Look Par de Vaso: De boa na lagoa

 

Com esse calorão só dá pra pensar em roupas confortáveis. Nada de muita produção, o negócio é se sentir bem. A proposta do look e do dia ensolarado se encaixou perfeitamente com um canto bacana que descobrimos por aí.

Marcus
Mesmo com a Ari teimando que não, eu insisto que camisa nem sempre é mais quente do que camiseta (claro que depende do tecido). Tô numa fase de curtir muito camisa, seja de manga longa ou curta, independente do clima. Essa bermuda foi a melhor que eu já comprei, parece que tá sem nada! :P E mesmo sendo de moletom, também é super de boa porque é mais solta. Só faltou ir de chinelo, mas esse dockside sempre me atenta! haha

Ariadne
Dá pra ver o quanto esse vestido é confortável só de olhar, né? Ele tem uma história engraçada: faz parte da coleção de roupas que eu manchei e tive que tingir quando fui morar sozinha. O original era bege e já era bem legal. A alpargata ryca é o sapato mais delícia que eu tenho (meu pé machuca bastante) e o penteado foi pensado pra ficar preso, mas como vocês podem perceber, o vento não colaborou.

1 look par de vaso de boa na lagoa (3) 2 look par de vaso de boa na lagoa (12) 3 look par de vaso de boa na lagoa (0) 3 look par de vaso de boa na lagoa (1) 4 look par de vaso de boa na lagoa (0) 5 look par de vaso de boa na lagoa (0) 6 look par de vaso de boa na lagoa (0) 6 look par de vaso de boa na lagoa (9) 7 look par de vaso de boa na lagoa (10) 8 look par de vaso de boa na lagoa (13) 9 look par de vaso de boa na lagoa (8) 10 look par de vaso de boa na lagoa (7) 11 look par de vaso de boa na lagoa (16) 12 look par de vaso de boa na lagoa (15) 14 look par de vaso de boa na lagoa (14) 15 look par de vaso de boa na lagoa (11) 16 look par de vaso de boa na lagoa (6)


Marcus
Camisa Lojas Renner
Bermuda C&A
óculos Chilli Beans
Dockside Shudy by Sérgio K

Ariadne
Vestido Lojas Renner customizado
Óculos Zero UV
Bolsa de lojinha de rodoviária
Sapato que a marca o tempo apagou

PS.: Falta muito pro inverno?

Até saia tá valendo pra macharada fugir do calor

O inferno parece mesmo ter se instalado por essas bandas, temperatura acima dos 40 graus é mato. E pra fugir do calor o povo tá ficando cada vez mais criativo. Já tinha falado por aqui do movimento #BermudaSim encabeçado por três cariocas, que pede a liberação das bermudas nos ambientes de trabalho nos dias quentes. Apesar de até a prefeitura do Rio ter abraçado a ideia, ainda tem várias empresas que não abrem mão do traje formal.

Nesta terça-feira o ilustrador carioca André Amaral Silva bombou no Facebook depois que postou uma foto vestindo saia no trabalho. Ele decidiu “roubar” uma das saias da esposa para trabalhar mais “ventilado”. André tomou esta atitude porque o prédio onde ele trabalha (Centro Administrativo do Estado do Rio) não tem ar-condicionado e proíbe homens de entrar usando bermuda. Mas as mulheres podem. E as saias também são permitidas, claro.

O porteiro não quis deixar ele entrar, mas André conseguiu a autorização depois de falar com o administrador do prédio que por sinal é militar. De saia tudo bem, disse o PM. Hahaha

1 Proibido de trabalhar de bermuda, funcionário aparece de saia - Andre Amaral 2 Proibido de trabalhar de bermuda, funcionário aparece de saia - Andre Amaral

E aí mérmão? Encarava uma saia pra fugir do calor?

Cabelo preso e podrinho

Com esse calorão que tá fazendo, resistir ao cabelo preso fica difícil. Depois de usar a juba amarrada por muitos anos, jurei pra mim mesma que não prenderia mais o cabelo, aí cortei bem curtinho, mas agora estou tendo que voltar atrás e ando buscando alternativas para não passar calor e também não cortar pra mudar um pouquinho.

Uma das alternativas mais lindas e bacanas que eu gosto são os presos mais podrinhos. Esses penteados com cara de arrumei, mas não arrumei. Cara daquelas rycas que fazem um coque desgrenhado na hora e ficam divas (#raiva), com a diferença que no nosso caso é tudo planejado.

Parece que essa onda de deixar os fiapos jogadinhos veio agora, mas Brigitte Bardot tá aí pra provar que “desarrumar” o penteado já foi trend nas antigas.

cabelo brigitte bardot

Cabelo preso não significa só o rabo de cavalo basicão. São tantos penteados e ideias legais que dá vontade de brincar todo o dia. O verão tá aí lançando o desafio e não posso deixar de lembrar que o cabelo preso fica top na balada para o réveillon.

Coques de todos os tipos, tranças misturadas com mechas aleatórios e enroladinhos na nuca são opções para fugir do calor. Só lembre-se de não ficar ~lambendo~ muito pra arrumar. A graça está justamente nessa bagunça fashion.

cabelo preso podrinho trança cabelo preso coque verão coque estiloso calor cabelo preso rabo de cavalo podrinho

Se já quer sair tentando, deixo aqui o passo a passo do penteado que fiz no nosso vídeo de lançamento. Amei e é ele que tem me salvado das tesouras.

E você? O que tem feito pra driblar o calorão?