Deixando o sidecut crescer

deixando o sidecut crescer blog par de vaso

 

Sidecut é o nome do meu corte de cabelo, onde se raspa só uma das laterais. Já mantenho ele há mais de três anos e é definitivamente o modelo que eu mais amei até hoje. O problema é que quando eu enjoo de alguma coisa não tem outro jeito a não ser mudar. Além disso, o sidecut tem uma coisa que se precisa ter muito cuidado: cada vez que você corta vai uma quantidade a mais de cabelo que você não queria junto. Ou seja, ele vai ficando torto e cada vez maior. Uma coisa que também influenciou na hora de decidir deixar crescer foi a quantidade de adolescente aparecendo com esse corte. Sou fresca com isso, não gosto de estar na modinha, sabe?

Tomada a decisão de mudar, começou o desafio diário. “Vai ficar horrível crescendo”, era tudo o que eu pensava. Sim, tá bem feio mesmo, quer ver quando acordo! Marcus fica me chamando de Vingador (Caverna do Dragão) por causa da aspa. Tô tentando disfarçar com alguns acessórios para conseguir deixar crescer e achei que poderia ser útil contar um pouco dessa experiência para quem se interessa pelo corte. Tô usando spray fixador, pomada, muito lenço e turbante para trabalhar e uma headband style quando quero fazer um charme.

Acho que está funcionando bem :)

como deixar o corte de cabelo sidecut crescer dicas para disfarçar o crescimento do sidecut

No inverno com certeza vai rolar muito gorro nessa cabecinha também. Ainda não sei bem o que vou fazer depois que ele crescer, se nada der certo eu faço um joãozinho, mas se vingar, quem sabe eu realizo o sonho de pintar de roxo acinzentado. Ia ser legal, né?

 

Cabelo cresceu, e agora?

cabelo cresceu e agora ariadne brito blog par de vaso

Deve fazer um meio ano que eu não corto o cabelo, pra mais. Sim, confesso que sou meio preguiçosa com esse lance, só corto quando começa a me incomodar, antes disso, de uns 3 em 3 meses tirando o raspado do sidecut que no verão é de praticamente de 2 em 2 semanas e só tá em dia porque o bofe ajuda. Tinta acho lindo nos outros, mas não encaro o empenho. A cor é herança da vó ^^

Cortei curtinho na formatura do terceirão porque, além de achar o máximo, queria uma coisa fácil de ajeitar. Até hoje só uso pomada, pá, pá, chacoalha, balança e pronto. Tudo isso sem pentear, sempre. Penteado meu cabelo fica uma nhaca, de escova meodeus, terrível! Frescura de pobre… hahaha

Tá, mas o objetivo do post foi refletir sobre o passo que vem agora. Eu amo e pretendo manter o corte bagunçadinho porque fica bom com o ondulado. Mas o sidecut tá me agoniando porque cada vez que eu corto, ele vai entrando e entortando mais, tem uns 2 anos que fiz.

Minha ideia é deixar ele crescer com o resto do cabelo no inverno (aproveitar que dá pra esconder o ninho que vai ficar nos gorros) e quem sabe voltar a fazer no verão. Ainda tô bem indecisa sobre o comprimento, medinho de ficar sem graça, sabe? Foram tantos anos! Mas também foi bem legal voltar a fazer coque, rabinho e afins.

Se tiver ideias, sugestões, uma luz, manda que eu fico bem agradecida! :)

 

► Para saber mais sobre a juba que vos fala, dá uma olhada no meu cabelo por aí: de rabinhosemipresocoque com lençocoque mais altomais curtinho e com coroa de trança.

Cabelo preso e podrinho

Com esse calorão que tá fazendo, resistir ao cabelo preso fica difícil. Depois de usar a juba amarrada por muitos anos, jurei pra mim mesma que não prenderia mais o cabelo, aí cortei bem curtinho, mas agora estou tendo que voltar atrás e ando buscando alternativas para não passar calor e também não cortar pra mudar um pouquinho.

Uma das alternativas mais lindas e bacanas que eu gosto são os presos mais podrinhos. Esses penteados com cara de arrumei, mas não arrumei. Cara daquelas rycas que fazem um coque desgrenhado na hora e ficam divas (#raiva), com a diferença que no nosso caso é tudo planejado.

Parece que essa onda de deixar os fiapos jogadinhos veio agora, mas Brigitte Bardot tá aí pra provar que “desarrumar” o penteado já foi trend nas antigas.

cabelo brigitte bardot

Cabelo preso não significa só o rabo de cavalo basicão. São tantos penteados e ideias legais que dá vontade de brincar todo o dia. O verão tá aí lançando o desafio e não posso deixar de lembrar que o cabelo preso fica top na balada para o réveillon.

Coques de todos os tipos, tranças misturadas com mechas aleatórios e enroladinhos na nuca são opções para fugir do calor. Só lembre-se de não ficar ~lambendo~ muito pra arrumar. A graça está justamente nessa bagunça fashion.

cabelo preso podrinho trança cabelo preso coque verão coque estiloso calor cabelo preso rabo de cavalo podrinho

Se já quer sair tentando, deixo aqui o passo a passo do penteado que fiz no nosso vídeo de lançamento. Amei e é ele que tem me salvado das tesouras.

E você? O que tem feito pra driblar o calorão?