Foi com medo mesmo

ariadne brito

 

Troca de cidade, empresas, a vinda do Marcus, do Zero, nossa saída do apartamento para uma casa e muitas outras coisas. Foram tantas (boas) mudanças e aprendizado nos últimos anos que posso dizer que me orgulho de ter deixado o sonho falar mais alto que o medo em momentos tão importantes para mim.

E como a mocinha aqui apesar de medrosa que é, sempre quer mais, lá vai ela dar uma mexida na vida mais uma vez. Acabo de deixar uma multinacional phoda para viver de blog. Foi mal pela frase-título-de-matéria, mas foi só para reforçar o quão privilegiada e feliz eu tô me sentindo agora. Mas péra, a Fátima ainda não deixou o Par ryco não! hahaha Vou trabalhar com uma das pessoas que mais admiro nesse meio, a Flávia, do blog Fashion Coolture. Demais? Demais é pouco! Acho que ainda nem caiu minha ficha, sabia? Serião.

Algumas pessoas me perguntaram sobre o medo da mudança. Aí eu lembro de todos os textos e mensagens motivacionais que o pinterest falava pra mim. Sim, porque era pra mim, não é possível! Não é assim que a gente pensa? “Vai. E se der medo, vai com medo mesmo”. E foi o que eu fiz. O mundo todo sabe da minha paixão pela área (não estamos falando por aqui por acaso, não é mesmo?), e foi ela quem gritou mais do que nunca agora. O medo? Continua aqui todos os dias e acho que não vai me largar tão cedo. Mas não posso reclamar, nem mandar ele embora, afinal, ele esteve presente em todas as minhas maiores conquistas :)

par de vaso e fashion coolture

Fotinho da equipe (Thiago atrás das lentes!) mais gótica suave at the beach ever para comemorar! hehe <3