Onde é que a moda foi parar?

onde e que a moda foi parar

Hoje é dia de filosofar. Prometo que vou tentar não fazer muito isso, mas de vez em quando bate a vontade de largar um desabafo e agora que tenho um lugar bom pra compartilhar não vou deixar passar, né? Foi o texto de um amigo no facebook que desencadeou esse post. Ele falava sobre a moda, as mesmices e a mudança que ela causou na vida dele. É sempre um alívio ver que não sou a única incomodada com o rumo que esse mundo tem tomado.

Nos últimos tempos as vezes que tenho buscado resposta para a minha insatisfação com tudo o que envolve moda, roupa e estilo tinha aumentado e eu não conseguia entender. Nem faz tanto tempo assim que eu folheava uma revista com prazer e demorava mais de um dia para ler com calma tudo o que eu queria porque era delicioso. Hoje quedê a vontade? A gente mal folheia umas páginas no mercado na esperança de estar enganado e ver alguma coisa legal.

Ficava pensando se era o meu interesse que tinha mudado, se eu não gostava mais das mesmas coisas, ou sei lá. Até podia acreditar nisso, não fossem alguns achados como o blog que postei essa semana e vai ficar pra vida, o fato de me vestir ser muito mais que colocar uma roupa e a troca legal que sempre tive com o Marcus sobre isso.

Antes, aprender lendo moda era gostoso. Se falava de estilo pessoal, comportamento. A vibe era muito além de um look ou uma tendência que o povo adota sem refletir nem um pingo se combina com o que a pessoa é. Onde é que as discussões, as inspirações e ideias não-prontinhas foram parar minha gente? Quando é que ter estilo mudou para ter grana e a gente não viu?

The Skartorialist: Skate e Estilo

Sempre curti bastante skate e achei bacana a proposta do The Skartorialist. Por muito tempo não tinha me dado conta do quanto o skate representava pra mim, seja no jeito de me vestir, nas músicas que escuto, na visão que eu tenho dos lugares onde dou um rolê… Só fui ter essa percepção de lifestyle depois de ficar um tempo sem poder colocar o pé no carrinho.

Mesmo não praticando tava sempre fuçando alguma coisa sobre e acabei me deparando há um tempo atrás com o The Skartorialist, uma versão skater do blog The Sartorialist, que hoje é um dos top blogs de streetstyle. A ideia do blog é viajar o mundo procurando pessoas cujo estilo defina quem são e registrar isso em forma de fotografia.

Seguindo essa mesma ideia, a versão do fotógrafo e blogueiro Sam Ashley retrata skatistas no seu rolê do dia-a-dia em vários países. É uma pena que o blog não está sendo atualizado faz um tempo, mas ainda assim vale dar uma curtida.

1 blog the skatorialist uma versão skater do The Sartorialist Copenhagen 3 streetstyle skate praga prage 2 the sartorialist streetsyle skate Dalston 4 the skatorialist Edinburgh 5 skate photography Beirut 6 the skatorialist Sheffield

Rock n’ Roll Bride – Casamento diferente é pouco

Foi navegando pelo Pinterest que descobri o Rock n’ Roll Bride. Cruzei com o editorial incrível da foto aqui embaixo e fui atrás descobrir da onde era. Que blog massa! Foi difícil sair pra escrever esse post, tem tanta coisa animal que até escolher o que vinha para cá foi um trabalho. Prato cheio para quem está planejando o casamento ou só quer referências fodásticas de fotos, ideias e criatividade (meu caso).

Rock n Roll Bride

O Rock n’ Roll Bride foi criado por Kat Williams em 2007. A moça ia se casar e por não encontrar as coisas que queria (bem-vinda Kat!), começou a juntar no blog suas próprias referências. Ela se casou no ano seguinte, mas não parou de postar ideias para o casamento mais diferente que se pode imaginar!

A essência do blog, como ele mesmo diz, é mostrar casamentos extraordinários de pessoas comuns ♥. A chamada avisa: “se você já pegou uma revista de noivas e sentiu enjoo ou varreu a internet e ficou desanimado por não encontrar o que queria, bem meu amigo, você está no lugar certo!”. O blog também está crescendo como marca e tem uma revista na mesma linha.

Dá para encontrar TODO tipo de casamento no Rock n’ Roll Bride. É difícil escolher um predileto, mas amei o do casal topzera estilo em Las Vegas. Por lá também tem casamento com os temas Star Wars e Alice no País das Maravilhas, com zumbis, casório gótico e até com gente que se casou na igreja do Kill Bill, acredita?! *.*

2 Rock n Roll Bride casamento estiloso 3 casamento star wars geek nerd 4 casamento tema alice pais maravilhas 5 casamento diferente proposta blog Rock n Roll Bride Love Me Do Photography 7 casamento gotico 8 roupa diferente homem casamento 9 casamento igreja kill bill 10 casamento diferente proposta Rock n Roll Bride 11 ideia decoracao casamento rock 12 blog casamentos diferentes 13 ideia foto casamento Rock n Roll Bride 14 ideia mural foto casamento 15 casamentos incriveis do Rock n Roll Bride

O Rock n’ Roll Bride fez uma seleção dos melhores casamentos de 2013 pra conferir e fugir dos frufrus de sempre.

Eu Maior – Filme para ver antes do ano terminar

Eu Maior é um filme sobre autoconhecimento e busca da felicidade, um assunto que nunca passou tanto pela minha cabeça e que com certeza já passou ou vai passar pelos próximos dias pela sua também. Valeu demais ter assistido e recomendo muito para começar 2014 com esse aprendizado.

O filme reúne o depoimento de trinta pessoas de tudo quanto é área e que tentam esclarecer um tema que gosta de dar um nozinho na cabeça da gente: a felicidade. Filósofo, surfista, monge, músico e palhaço. É a mistura e os pontos de vista de tanta gente diferente que torna o material tão rico e incrível.

filme eu maior sobre autoconhecimento e busca da felicidade

Felicidade não é um assunto fácil, é diferente pra mim, é diferente para você. Mas nem que seja por um tempo, Eu Maior preencheu uma parte do buraco. É quase como se ele escrevesse na tela final: “Calma querida, não é só você que tá doida com isso não, vai ficar tudo bem!’’.

Encontrar o que nos preenche é uma briga que vamos ter que encarar todo dia, não tem jeito. Ninguém é feliz sem fazer algum esforço. O simples fato de ignorar algo que te incomoda parte de um esforço. Ser feliz não é fácil, mas a escolha é nossa. Claro que as circunstâncias ajudam (ou não), mas sempre somos nós os donos das escolhas.

Faz o seguinte: tira um tempinho para você, relaxa, pega uma pipoca e solta o play! A gente garante que vai valer cada segundo.

100 barbas, 100 dias

Até pouco tempo as barbas eram vistas como sinônimo de desleixo e rebeldia e quase sempre recebiam cara feia. Mas isso tem mudado para todo mundo (menos pra minha mãe) e até os mais “certinhos” estão curtindo deixar alguns fiapos por fazer. Hoje a barba representa estilo e personalidade.

Pra provar essa mudança um projeto super bacana do fotógrafo Jonathan Pryce Daniel, chamado 100 beards, 100 days, mostrou o que estava na nossa cara (haha) e ninguém tinha se ligado em fazer. Ele teve uma excelente sacada e decidiu passar 100 dias pelas ruas de Londres fotografando todos os tipos, formatos, cores e tamanhos de barbas que encontrava pelo caminho. Cada dia era feito um registro de um barbudo e o material era postado no tumblr. O projeto deu tão certo que acabou virando livro e foi parar até no New York Times. Que demais né?!

Dá uma olhada nesses caras!

Par de Vaso 100 dias 100 barbas 1Par de Vaso 100 dias 100 barbas 2 estilo personalidadePar de Vaso 100 dias 100 barbas 3 barba fashionPar de Vaso 100 dias 100 barbas 4 moda barbaPar de Vaso 100 dias 100 barbas 5Par de Vaso 100 dias 100 barbas 6 barba sinonimo estilo

Você pode conferir as outras 95 barbas aqui.

123